Como melhorar a obstipação
Para melhorar a obstipação é preciso compreender melhor as suas causas. O deficiente funcionamento do intestino, designado por obstipação ou, em linguagem popular, prisão de ventre, pode ter várias causas mas, sobretudo, consequências muito complicadas para a saúde.

Como melhorar a obstipação

Para melhorar a obstipação é preciso compreender melhor as suas causas. O deficiente funcionamento do intestino, designado por obstipação ou, em linguagem popular, prisão de ventre, pode ter várias causas mas, sobretudo, consequências muito complicadas para a saúde.


Muitas pessoas consideram que têm obstipação pelo facto de não irem à casa de banho diariamente. Cada pessoa tem o seu padrão de normalidade e há pessoas que evacuam duas a três vezes por dia enquanto outras duas vezes por semana. No entanto, a existência de fezes muito duras, fazer demasiado esforço na defecação ou ficar com a sensação de que a evacuação não foi completa são alguns sinais que podem significar que o intestino não funciona bem.
Normalmente atribui-se à falta de fibras este problema fisiológico e então recorre-se a suplementos das mesmas ou à ingestão de produtos integrais para resolver o problema. No entanto, as fibras alimentares, apesar de absolutamente necessárias, não podem ser ingeridas em grandes quantidades sob pena de agravarem ainda mais o problema. Passo a argumentar:
A função das fibras no intestino é aumentar o volume das fezes pois só assim se provocará a distensão da parede intestinal que, por este estímulo, sofrerá uma contração que obrigará o bolo fecal a progredir em direção ao ânus. Não obstante, para que essa progressão se possa fazer sem esforço, é muito importante que as fezes estejam hidratadas, para que a água possa servir de lubrificante durante a "descida". Se isso não acontecer, as fezes serão volumosas mas duras, e exercerão uma pressão agressiva sobre a mucosa intestinal, predispondo para o aparecimento de divertículos ou hemorróidas, por exemplo.
Uma primeira conclusão se tira daqui é que as fibras são importantes, mas não em excesso, e sempre acompanhadas de uma generosa quantidade de água. Que quantidade de água, perguntarão? Depende muito do tipo de alimentos que se comer ao longo do dia:
Uma fatia de melão tem muito mais água do que uma banana, um copo de leite tem mais água do que um iogurte sólido, uma sopa tem muito mais água do que uma salada... Uma grande ajuda para saber se o organismo tem a água que precisa é observar a cor da urina quando se vai urinar. Esta deve estar o mais clara (parecida com água) e com o menor cheiro possível. Em caso de dúvida, nunca é de mais beber mais um pouco de água... Além da falta de fibras, de água ou de ambas, a falta de exercício físico pode condicionar também uma maior estagnação intestinal, que melhorará com um pouco de atividade diária, como 30 minutos de caminhada.
Sendo estas as causas mais conhecidas para o problema da obstipação, gostaria de referir outras menos lembradas, que poderão ser recordadas ao médico de família: Um insuficiente funcionamento da tiroide - glândula que ativa o metabolismo - pode condicionar uma lentificação nos movimentos intestinais, não significando isto que quem é obstipado tenha hipotiroidismo ou que quem tem hipotiroidismo seja obrigatoriamente obstipado... Pelo mesmo motivo, também alguns antidepressivos podem condicionar ou agravar o problema. A ingestão de uma alimentação à base de alimentos processados e que excluem legumes e frutos é pobre em fibras e pode despoletar ou agravar o problema.
Para algumas pessoas, o chocolate pode provocar prisão de ventre enquanto que para outras ele é parte solução. O melhor é fazer um diário alimentar e ir registando não só o que come como também a frequência com que vai à casa de banho e, se for caso disso, eliminar o(s) alimento(s) suspeito(s) durante algum tempo, mas apenas um de cada vez.
Muitas vezes os suplementos de cálcio e de ferro podem também agravar o problema, bem como os antiácidos ou alguns medicamentos para a tensão arterial. Nesses casos, em que a medicação é absolutamente necessária, poderá ser necessário pedir ao médico de família um amaciante de fezes.
Como prevenir a obstipação:
Incluir frutas frescas (ameixas, quivis, frutos vermelhos) e desidratadas (figos, ameixas, tâmaras), frutos secos (nozes, avelãs, etc.) e produtos hortícolas na sua alimentação diária. Não esquecer que a sopa é um ótimo fornecedor quer de fibras quer de água, mas que os outros alimentos devem ser sempre acompanhados por quantidades adequadas de água.
Quero aqui referir que há muita tendência para se recorrer a laxantes "por dá cá aquela palha". Muitos laxantes estimulam a atividade intestinal mas só se podem utilizar pontualmente e sob prescrição médica, uma vez que usados durante grandes períodos de tempo levarão a uma habituação que não deixará que o intestino volte a funcionar sozinho.
 

Por isso, antes de tudo o resto, experimente uma dieta equilibrada em fibras e água juntamente com um pouco de exercício físico diário.
 

 

Artigos

Chegaram as Castanhas

Chegaram as Castanhas

O outono é a época das castanhas, alimento com antiga tradição na culinária portuguesa e que muitas vezes substituiu a batata e o pão em alturas de escassez, tendo dado origem a uma enorme variedade de pratos na gastronomia tradicional. Embora não ho ...
Os bodes expiatórios para o excesso de peso

Os bodes expiatórios para o excesso de peso

Sempre esperançada que seja descoberto um tratamento rápido e eficaz contra esta "epidemia", vou recebendo diariamente, e a meu pedido, alertas sobre estudos e novas descobertas que possam explicar e contribuir para o tratamento, logo diminuição, do ...
Hipericão

Hipericão

Como pela nossa saúde somos nós efetivamente os principais interessados e responsáveis, aqui fica uma lista de efeitos colaterais e cuidados que se devem ter sempre que se tomar esta planta ou seus derivados.
Dieta com Chocolate

Dieta com Chocolate

“Os amantes do chocolate podem deixar de temer os quilos a mais, depois de um novo estudo descobrir que, apesar de aumentar a ingestão de calorias, o consumo de chocolate normal está relacionado com um menor índice de massa corporal (IMC).”
Frutos secos, para (bem) variar

Frutos secos, para (bem) variar

A sua riqueza em fibras alimentares contribui para o bom funcionamento intestinal e o seu conteúdo em potássio é uma ajuda no combate à hipertensão. Devido ao seu baixo índice glicémico, são também alimentos a considerar na alimentação dos diabéticos ...
Para que 2013 seja um pouco melhor

Para que 2013 seja um pouco melhor

Mais um ano, mais uma carga de promessas de tantas coisas que temos que mudar e que, embora querendo, nem sempre é fácil pôr em prática...
Supressores naturais do apetite

Supressores naturais do apetite

Reconheço na maioria das pessoas uma especial apetência para produtos naturais, sendo esta designação vulgarmente atribuída a suplementos alimentares ou substâncias produzidas a partir de outras existentes na natureza.
Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 3

Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 3

Numa altura em que as pessoas estão literalmente sem dinheiro e que os serviços de saúde começam a agonizar, é preciso não ficar doente! Se a alimentação não for correta, a probabilidade de adoecer é maior e, por isso, vou tentar ajudar com dicas e s ...
Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 2

Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 2

Numa altura em que as pessoas estão literalmente sem dinheiro e que os serviços de saúde começam a agonizar, é preciso não ficar doente! Se a alimentação não for correta, a probabilidade de adoecer é maior e, por isso, vou tentar ajudar com dicas e s ...
De olho na publicidade

De olho na publicidade

A publicidade tem como objectivo comprarmos um produto que nos leva a crer que nos faz jeito, mesmo que não nos faça falta. E no que respeita a géneros alimentares, compramos, muitas vezes, gato por lebre!
Cirurgia para perda de peso

Cirurgia para perda de peso

A cirurgia bariátrica não é para aqueles que não querem fazer dieta. A colocação de uma banda gástrica, além dos riscos inerentes a qualquer cirurgia, exige a adesão total a um plano dietético muito restrito e a um esquema de exercício físico apr ...
Calorias líquidas

Calorias líquidas

Perceber  como  um  refrigerante,  que  se  bebe  à  vontade  sem  causar  sequer  saciedade,  pode  contribuir  para  um  aumento  considerável  do  peso,  ou  mesmo  para  a  obesidade. 
Comer melhor com menos dinheiro

Comer melhor com menos dinheiro

É possível comer melhor e gastar menos? A resposta é SIM! A crise que atravessamos pode ser a alavanca para uma mudança nos hábitos alimentares dos portugueses.
Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 1

Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 1

Numa altura em que as pessoas estão literalmente sem dinheiro e que os serviços de saúde começam a agonizar, é preciso não ficar doente! Se a alimentação não for correta, a probabilidade de adoecer é maior e, por isso, vou tentar ajudar com dicas e s ...
A importância da sopa

A importância da sopa

A sopa é um alimento imprescindível na alimentação humana quer pela densidade de nutrientes que contém, quer pela saciedade que provoca, sendo por isso muito importante no combate ao excesso de peso e à obesidade.
A corrida às dietas

A corrida às dietas

A partir da primavera e durante parte do verão, aparecem publicitados por todo o lado, produtos supostamente milagrososo para emagrecer. É mais uma esperança, quase sempre seguida de mais uma frustração.
Prazeres de Verão e de férias

Prazeres de Verão e de férias

Estamos no verão, altura em que o corpo é mais exposto e a pouca roupa facilmente nos deixa adivinhar as suas formas. É nesta altura que nos vemos mais com os olhos dos outros. Mas também é nesta altura que convivemos mais. Como conciliar a socializa ...
Comer e beber em férias

Comer e beber em férias

Nas férias, é inevitável uma mudança de hábitos alimentares e nem sempre para melhor...