Dieta com Chocolate
“Os amantes do chocolate podem deixar de temer os quilos a mais, depois de um novo estudo descobrir que, apesar de aumentar a ingestão de calorias, o consumo de chocolate normal está relacionado com um menor índice de massa corporal (IMC).”

Dieta com chocolate?

Os amantes do chocolate podem deixar de temer os quilos a mais, depois de um novo estudo descobrir que, apesar de aumentar a ingestão de calorias, o consumo de chocolate normal está relacionado com um menor índice de massa corporal (IMC).”

O efeito é modesto, mas superior ao que pode ser explicado pelo mero acaso, dizem pesquisadores norte-americanos da Universidade da Califórnia em San Diego, que levaram em conta fatores de influência, como o consumo de gordura total e o exercício.

O chocolate é conhecido por conter substâncias químicas vegetais chamadas polifenóis, que combatem doenças cardíacas e podem influenciar o metabolismo. Os participantes que comeram chocolate em mais dias da semana que a média eram estatisticamente susceptíveis de ter um IMC menor do que aqueles que não o fizeram. Isto, apesar do fato de que as pessoas que comiam mais chocolate não consumirem menos calorias totais ou terem feito mais exercício.

Segundo a equipa, os antioxidantes do chocolate podem estar por trás dos benefícios para a saúde, como a diminuição da pressão arterial e do colesterol, assim como a perda de massa corporal.”.
In Diário Digital

Esta notícia, aqui extraída do Diário Digital, mas que foi recentemente veiculada por inúmeros órgãos de informação, teve especial relevância uma vez que o chocolate, que segundo a origem da palavra era (ou é?) considerado um alimento dos deuses é apreciado pela maioria das pessoas. É invariavelmente considerado uma alimento mau ou pecaminoso porque tem muitas calorias e como tal, é evitado por aqueles que se preocupam em emagrecer ou simplesmente não engordar.

O estudo foi realizado por uma equipa da Universidade California San Diego, e publicado na revista Archives of Internal Medicine e envolveu 1000 adultos.

A presença de catequinas, flavonóides que se encontram presentes na composição sobretudo do chocolate negro e que são importantes antioxidantes, parece poderem aumentar a capacidade de trabalho dos músculos o que se associa inevitavelmente a um maior dispêndio energético do organismo.

Embora este seja um estudo pequeno, dirigido apenas a uma pequeníssima fatia da população americana permitiu constatar que, nesse grupo, aqueles que consumiam chocolate mais vezes tinham IMC inferior aos que o consumiam esporadicamente, o que de outra forma quer dizer que tinham menor probabilidade de ter excesso de peso, uma vez que o índice de massa corporal é o parâmetro que compara o peso com a altura (IMC= peso: altura x altura). Também ficou percetível que há outros fatores ambientais (como o exercício físico, por exemplo) que podem condicionar os resultados. Logo, apesar de o estudo não ser conclusivo, a ideia que fica das notícias dos jornais é que o chocolate é um bom aliado das dietas de emagrecimento e a ser incluído nas mesmas...

É muito importante ter em atenção que o aumento de peso se deve a uma ingestão de calorias superior àquelas que o organismo necessita para as suas atividades diárias e que o chocolate tem uma grande densidade calórica, mais de 500 kcal por 100 g ( 150g de morango têm cerca de 50 kcal e 100 g de legumes cerca de 25 kcal!).

Para que se perceba melhor, eu diria que até é possível, mas irracional porque conduzirá certamente a problemas de saúde, fazer uma dieta só com chocolate com vista à perda de peso. Bastará que a quantidade de calorias ingeridas através do chocolate seja inferior àquelas que o organismo gasta diariamente.

Eu própria incluo esta iguaria nalgumas dietas para perda de peso mas apenas como substituição pontual de um ou outro alimento. Calculo uma dieta nutricionalmente equilibrada para cada pessoa e, se esta tem o hábito de consumir chocolate, tento explicar-lhe como pode substituir um pequeno snack ou uma ceia por 20 ou 30 g de chocolate. Mas se esta me disser que não consegue comer dois ou três quadradinhos porque isso a leva a comer uma barra inteira de chocolate, a minha sugestão é, “então o melhor é não o ter em casa para evitar tentações...”.

Não sei com quantas pessoas já fiz esta experiência ao longo da minha vida profissional, mas o que concluí há muito tempo é que desde que seja de forma moderada e incluído nas necessidades calóricas diárias de cada pessoa, o chocolate constitui uma grande motivação para se pôr em prática o restante plano alimentar.

 

Artigos

Chegaram as Castanhas

Chegaram as Castanhas

O outono é a época das castanhas, alimento com antiga tradição na culinária portuguesa e que muitas vezes substituiu a batata e o pão em alturas de escassez, tendo dado origem a uma enorme variedade de pratos na gastronomia tradicional. Embora não ho ...
Os bodes expiatórios para o excesso de peso

Os bodes expiatórios para o excesso de peso

Sempre esperançada que seja descoberto um tratamento rápido e eficaz contra esta "epidemia", vou recebendo diariamente, e a meu pedido, alertas sobre estudos e novas descobertas que possam explicar e contribuir para o tratamento, logo diminuição, do ...
Hipericão

Hipericão

Como pela nossa saúde somos nós efetivamente os principais interessados e responsáveis, aqui fica uma lista de efeitos colaterais e cuidados que se devem ter sempre que se tomar esta planta ou seus derivados.
Como melhorar a obstipação

Como melhorar a obstipação

Para melhorar a obstipação é preciso compreender melhor as suas causas. O deficiente funcionamento do intestino, designado por obstipação ou, em linguagem popular, prisão de ventre, pode ter várias causas mas, sobretudo, consequências muito complicad ...
Frutos secos, para (bem) variar

Frutos secos, para (bem) variar

A sua riqueza em fibras alimentares contribui para o bom funcionamento intestinal e o seu conteúdo em potássio é uma ajuda no combate à hipertensão. Devido ao seu baixo índice glicémico, são também alimentos a considerar na alimentação dos diabéticos ...
Para que 2013 seja um pouco melhor

Para que 2013 seja um pouco melhor

Mais um ano, mais uma carga de promessas de tantas coisas que temos que mudar e que, embora querendo, nem sempre é fácil pôr em prática...
Supressores naturais do apetite

Supressores naturais do apetite

Reconheço na maioria das pessoas uma especial apetência para produtos naturais, sendo esta designação vulgarmente atribuída a suplementos alimentares ou substâncias produzidas a partir de outras existentes na natureza.
Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 3

Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 3

Numa altura em que as pessoas estão literalmente sem dinheiro e que os serviços de saúde começam a agonizar, é preciso não ficar doente! Se a alimentação não for correta, a probabilidade de adoecer é maior e, por isso, vou tentar ajudar com dicas e s ...
Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 2

Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 2

Numa altura em que as pessoas estão literalmente sem dinheiro e que os serviços de saúde começam a agonizar, é preciso não ficar doente! Se a alimentação não for correta, a probabilidade de adoecer é maior e, por isso, vou tentar ajudar com dicas e s ...
De olho na publicidade

De olho na publicidade

A publicidade tem como objectivo comprarmos um produto que nos leva a crer que nos faz jeito, mesmo que não nos faça falta. E no que respeita a géneros alimentares, compramos, muitas vezes, gato por lebre!
Cirurgia para perda de peso

Cirurgia para perda de peso

A cirurgia bariátrica não é para aqueles que não querem fazer dieta. A colocação de uma banda gástrica, além dos riscos inerentes a qualquer cirurgia, exige a adesão total a um plano dietético muito restrito e a um esquema de exercício físico apr ...
Calorias líquidas

Calorias líquidas

Perceber  como  um  refrigerante,  que  se  bebe  à  vontade  sem  causar  sequer  saciedade,  pode  contribuir  para  um  aumento  considerável  do  peso,  ou  mesmo  para  a  obesidade. 
Comer melhor com menos dinheiro

Comer melhor com menos dinheiro

É possível comer melhor e gastar menos? A resposta é SIM! A crise que atravessamos pode ser a alavanca para uma mudança nos hábitos alimentares dos portugueses.
Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 1

Poupar dinheiro, nutrientes e saúde - Parte 1

Numa altura em que as pessoas estão literalmente sem dinheiro e que os serviços de saúde começam a agonizar, é preciso não ficar doente! Se a alimentação não for correta, a probabilidade de adoecer é maior e, por isso, vou tentar ajudar com dicas e s ...
A importância da sopa

A importância da sopa

A sopa é um alimento imprescindível na alimentação humana quer pela densidade de nutrientes que contém, quer pela saciedade que provoca, sendo por isso muito importante no combate ao excesso de peso e à obesidade.
A corrida às dietas

A corrida às dietas

A partir da primavera e durante parte do verão, aparecem publicitados por todo o lado, produtos supostamente milagrososo para emagrecer. É mais uma esperança, quase sempre seguida de mais uma frustração.
Prazeres de Verão e de férias

Prazeres de Verão e de férias

Estamos no verão, altura em que o corpo é mais exposto e a pouca roupa facilmente nos deixa adivinhar as suas formas. É nesta altura que nos vemos mais com os olhos dos outros. Mas também é nesta altura que convivemos mais. Como conciliar a socializa ...
Comer e beber em férias

Comer e beber em férias

Nas férias, é inevitável uma mudança de hábitos alimentares e nem sempre para melhor...